Cursos Jogos Livros Café Mapa Fotos

Microjogos

Microjogos são caracterizados por terem regras simples de aprender e partidas curtas, geralmente de 10 a 15 minutos. Por isso são ideais pra quem quer uma distração rápida e não está afim de ficar tentando entender como se joga. Mas não se engane, alguns microjogos podem ser extremamente profundos.

Microjogos também costumam precisar de pouco material o que os torna ideais para levar com você.

Alguns exemplos de microjogos no nosso catálogo são: Coup, Love Letter, Sushi Go e One Night Ultimate Werewolf.

Premiados

Jogos são serious bussiness e existem diversos prêmios renomados como o Alemão Spiel des Jahres, outros dados por instituições famosas como a Mensa (sociedade internacional de alto QI), e é claro o Golden Geek Award dado pela maior comunidade online de jogos de mesa, a BoardGameGeek.

Temos muitos desses jogos em nosso catálogo.

Cooperativos

Jogos Cooperativos mudam tudo. Neles os jogadores devem colaborar para poderem vencer. Estratégias são discutidas em voz alta a cada rodada. Não adianta você achar que sabe a melhor jogada, mas não saber justificá-la. Jogos cooperativos apresentam uma oportunidade única de entender como a mente dos outros jogadores funciona durante o jogo, e de receber opiniões e feedback imediato a respeito da suas próprias estratégias. Além disso introduzem o aspecto de interação social. Quem não souber trabalhar em equipe vai ter que aprender.

Em Pandemic, nada menos que quatro doenças diferentes estão causando caos e destruição ao redor do planeta. Você e seus colegas devem trabalhar juntos para conter as epidemias e ao mesmo tempo pesquisar a cura para cada uma delas. Tudo isso antes que o tempo acabe.

O jogo possui um total de 3 condições de derrota e apenas uma de vitória: achar a cura para todas as doenças.

Hanabi é provavelmente o jogo mais difícil de não roubar. Os jogadores devem colaborar para organizar um show de fogos de artifício. Pra isso eles devem abaixar cartas na ordem certa. O problema: não se pode ver as próprias cartas. Para saber quais cartas você tem, os outros jogadores podem dar dicas específicas no turno deles e é seu dever memorizá-las.

Blefe e dedução social

One Night Ultimate Werewolf é similar ao conhecido "A cidade dorme", só que bem mais elaborado. Cada jogador recebe uma carta com o papel que deverá desempenhar. Aí começa a fase da noite, todo mundo fecha os olhos e um de cada vez faz o papel que tava na carta que recebeu. Durante a fase do dia, os jogadores devem tentar descobrir quem está com a carta do Lobo, porém alguns dos papeis desempenhados durante a noite faz com que as cartas sejam trocadas! Os jogadores devem então não só descobrir quem são os outros, mas também quem são eles mesmos (nossa que profundo).

Outra diferença do "A cidade dorme" é que só tem uma noite. Nada de ficar esperando de fora o jogo acabar porque você foi eliminado.

Em The Resistance os jogadores fazem 5 missões. Para que a Resistência ganhe é preciso que pelo menos 3 dessas missões sejam um sucesso. Porém entre os membros da resistência estarão infiltrados espiões que tentarão fazer com que a maioria das missões falhem.

Funciona assim: no começo cada jogador recebe uma carta, que determina qual time eles estarão (ou da resistência, ou espiões). A cada rodada um jogador será o capitão, que é responsável por nomear uma quantidade mínima de jogadores para irem na próxima missão. Assim que o capitão faz a sua seleção, todos os jogadores votam para aprovarem ou não a escolha. Se a seleção não for aprovada, o papel de capitão é passado para o próximo jogador e uma nova seleção é feita. Quando uma missão é finalmente aprovada, os jogadores escolhidos colocam no centro virado para baixo cartas de "sucesso" ou "fracasso". Os membros da Resistência devem colocar sempre "sucesso" para que a missão passe, mas os espiões podem escolher entre "sucesso" ou "fracasso" de acordo com seus objetivos.

Em Coup cada jogador começa com duas cartas. Essas cartas lhes dão habilidades mas são também suas vidas - o jogador que perder as duas está fora do jogo (sim, quem perdeu só uma continua jogando com a que sobrou). O objetivo é ser o último jogador a sobreviver e para isso eles devem pagar 7 moedas para dar um golpe de estado e eliminar uma carta de outro jogador (jogadores com a carta de Assassino podem pagar 3 moedas para cometer um assassinato).

O que torna Coup interessante é que qualquer jogador pode usar a habilidade de qualquer carta a qualquer momento. Funciona assim: toda vez que alguém usa uma habilidade os outros jogadores tem o direito de duvidar que o outro jogador realmente tem aquela carta. Se um jogador duvidou corretamente, o jogador que estava blefando perde uma carta, porém se ele errou e o outro jogador estava falando a verdade, o jogador que duvidou é quem perde uma carta.

Deckbuilders e LCGs

Pra quem gosta de jogos TCG como Magic, Yu-Gi-Oh! e Pokemon, Deckbuilders e LCGs são o futuro.

LCGs eliminam o fator pay-to-win dos TCGs tradicionais. Ao invés de ter que ficar caçando cartas raras, os jogadores compram caixas com todas as cartas. Nada de raridade artificial. É possível comprar caixas de expansão, porém essas expansões são lineares, portanto os jogadores têm sempre a mesma seleção de cartas para usar em competições.

Deckbuilders vão além. Ao invés de cada jogador começar com seu deck pronto, deckbuilders são feitos de tal forma que os jogadores montam seus decks durante o jogo.

Alguns exemplos de LCGs no nosso catálogo:

Netrunner, do mesmo criador do Magic, é interessante por incorporar elementos de blefe e por possuir um design de jogo assimétrico em que um jogador desempenha o papel de uma corporação tentando avançar seus objetivos em um universo cyberpunk e o outro jogador desempenha o papel de um Runner, super-hackers que tentam deter as organizações de dominarem o mundo.

Alguns exemplos de Deckbuilders em nosso catálogo:

Em Dominion, cada jogador começa com o mesmo deck de 10 cartas. Eles podem então usar o efeito dessas cartas para comprar mais cartas de vários montes que ficam no centro da mesa (o "mercado"). As cartas compradas assim como as usadas vão direto para a pilha de descarte. Quando não há mais cartas no deck para pegar, a pilha de descarte é embaralhada e se torna o novo deck até que ele se esgote novamente.

Ascension é similar ao Dominion porém ao invés de haver um mercado fixo, as cartas do centro vão mudando o tempo todo. Cada carta comprada do centro é substituída por uma nova aleatória.

Heart of Crown é a combinação de Dominion e Ascension. Os jogadores tem tanto a opção de comprar do mercado ou da seleção de cartas aleatórias.

Em Sushi Go os jogadores começam com várias cartas na mão, mas devem escolher apenas uma para abaixar. Eles então passam todas as cartas para o jogador do lado, e recebem as do jogador do outro lado. Ganha quem conseguir abaixar a combinação de cartas que vale mais pontos. Para isso é preciso lembrar quais cartas passaram pela sua mão e observar quais estão sendo escolhidas pelos outros jogadores.

Clássicos

Você já conhece Xadrez, mas quantas variações você já jogou? Aprenda a jogar Bughouse, Alice, e muitos outros. E se simples variações não bastarem, ainda temos o inspirado-em-xadrez Duke.

Há gente que diga que o Xadrez é o maior clássico dos jogos de tabuleiro. Essa gente não conhece Go. Só alguns fatos: